Carcinoma epitelial / mioepitelial

O tumor é constituído por dois tipos de células que formam estruturas do tipo ducto: células ductais (camada interior), células mioepiteliais claras (camada externa). Podem ser distinguidas por imunocitoquímica: as primeiras são Pan-queratina positiva, as últimas são S-100 positiva. A citologia é de um tumor maligno de células claras, com graus variados de atipia celular e nuclear. Existem  fragmentos de tecidos e/ou  células isoladas; as células podem estar dispostas em estruturas sólidas e papilares. O componente do estroma é metacromático, com aparência alongada e hialina,. Em algumas ocasiões estruturas semelhantes a ductos ou estruturas globulares também são encontradas. O padrão citológico sugere um tumor maligno.

 

Carcinoma epimioepitelial 

No menor aumento os grupamentos apresentam novamente aspecto basaloide, alguns fragmentos cilindromatosos metacromáticos estão presentes (Giemsa). No maior aumento é visível o claro caráter mioepitelial destas células, as células internas são um pouco menores, as células da zona exterior tem citoplasma finamente granular / espumoso ou claro. Em alguns casos, um ou outro tipo de célula é dominante e mostram evidentes sinais de malignidade. Em geral, a citologia não sugere caráter altamente maligno!
No menor aumento os grupamentos apresentam novamente aspecto basaloide, alguns fragmentos cilindromatosos metacromáticos estão presentes (Giemsa). No maior aumento é visível o claro caráter mioepitelial destas células, as células internas são um pouco menores, as células da zona exterior tem citoplasma finamente granular / espumoso ou claro. Em alguns casos, um ou outro tipo de célula é dominante e mostram evidentes sinais de malignidade. Em geral, a citologia não sugere caráter altamente maligno!
No menor aumento os grupamentos apresentam novamente aspecto basaloide, alguns fragmentos cilindromatosos metacromáticos estão presentes (Giemsa). No maior aumento é visível o claro caráter mioepitelial destas células, as células internas são um pouco menores, as células da zona exterior tem citoplasma finamente granular / espumoso ou claro. Em alguns casos, um ou outro tipo de célula é dominante e mostram evidentes sinais de malignidade. Em geral, a citologia não sugere caráter altamente maligno!
No menor aumento os grupamentos apresentam novamente aspecto basaloide, alguns fragmentos cilindromatosos metacromáticos estão presentes (Giemsa). No maior aumento é visível o claro caráter mioepitelial destas células, as células internas são um pouco menores, as células da zona exterior tem citoplasma finamente granular / espumoso ou claro. Em alguns casos, um ou outro tipo de célula é dominante e mostram evidentes sinais de malignidade. Em geral, a citologia não sugere caráter altamente maligno!

 

A morfologia das células mioepiteliais é evidente na histologia: as células estão dispostas em grupos, eles mostram positividade para S100, PanCk. O esfregaço mostra células mioepiteliais polimórficas misturadas com células acinares grandes normais da glândula salivar.
A morfologia das células mioepiteliais é evidente na histologia: as células estão dispostas em grupos, eles mostram positividade para S100, PanCk. O esfregaço mostra células mioepiteliais polimórficas misturadas com células acinares grandes normais da glândula salivar.
A morfologia das células mioepiteliais é evidente na histologia: as células estão dispostas em grupos, eles mostram positividade para S100, PanCk. O esfregaço mostra células mioepiteliais polimórficas misturadas com células acinares grandes normais da glândula salivar.

 

Malignant myoepithelioma

 

A estrutura da lesão maligna é na histologia: invasão é encontrada. As células são volumosasas com diferentes tamanhos e formas. Células espumosas podem estar presentes, tumores extremamente indiferenciados também pode ocorrer.
A citologia mostra células aumentadas, com grande núcleo ovóide, cromatina irregular. Às vezes diferenciação "escamoide" aparece. (A) (Giemsa) .As células são frágeis e como consequência  da confecção dos esfregaços núcleos de formas irregulares, alongados, aparecem. (B)
A estrutura da lesão maligna é na histologia: invasão é encontrada. As células são volumosasas com diferentes tamanhos e formas. Células espumosas podem estar presentes, tumores extremamente indiferenciados também pode ocorrer.
A citologia mostra células aumentadas, com grande núcleo ovóide, cromatina irregular. Às vezes diferenciação "escamoide" aparece. (A) (Giemsa) .As células são frágeis e como consequência  da confecção dos esfregaços núcleos de formas irregulares, alongados, aparecem. (B)

 

O mesmo tumor como nas amostras anteriores: a forma do núcleo é típica. Alguns (pseudo )vacúolos intranucleares (A) são visíveis. O citoplasma em algumas células escamoide (B) em outros granular (C).
O mesmo tumor como nas amostras anteriores: a forma do núcleo é típica. Alguns (pseudo )vacúolos intranucleares (A) são visíveis. O citoplasma em algumas células escamoide (B) em outros granular (C).

 

X